2010-03-09

Crianças chilenas retornam à escola

O terremoto de 8,8 graus de magnitude que assolou o Chile foi tão forte, que deslocou cidades. (Joe Raedle/Getty Images)

O terremoto de 8,8 graus de magnitude que assolou o Chile foi tão forte, que deslocou cidades. (Joe Raedle/Getty Images)

Por Jon Gallo para Infosurhoy.com – 09/03/2010

SANTIAGO, Chile — Centenas de milhares de crianças chilenas voltaram à escola no dia 8, depois da interrupção das aulas em função do terremoto de 8,8 graus de magnitude que atingiu o país. “É bom que as aulas recomecem, porque, assim, as crianças se concentrarão nos estudos”, uma mãe disse à Agence France-Presse ao deixar o filho no Colégio Subcaseaux, em Santiago. Os professores foram treinados para apoiar os alunos com “muito amor e muita disposição para ouvir”. De acordo com a ministra da Educação do Chile, Mónica Jimenez, os estudantes mostraram-se ansiosos por rever os amigos, pois temiam que alguns tivessem morrido, vítimas do terremoto ou tsunamis. “Senti falta dos meus amigos e fiquei com medo dos abalos secundários", um menino declarou à AFP antes de entrar na classe pela primeira vez desde as férias de verão. As únicas escolas que continuam fechadas são as das regiões de Maule e Bio-Bio – as mais afetadas pelos desastres naturais –, que devem retomar o funcionamento normal no final de março ou no início de abril. Conforme estimativas, sete mil alunos estudavam em escolas destruídas. Estudantes foram transferidos para distritos próximos, afirma o prefeito de Santiago, Pablo Zalaquet.

Pesquisadores: terremoto deslocou Concepción pelo menos 3 metros ao oeste

O terremoto que abalou o Chile foi tão forte, que deslocou a cidade de Concepción pelo menos três metros para oeste e Santiago, capital do país, quase 30 centímetros para sudeste, indicam pesquisadores. O abalo também moveu outras partes do continente, como Fortaleza, no Brasil, segundo medições feitas por fotografias de satélite antes e depois de 27 de fevereiro. As medições foram documentadas por equipes da Universidade Estadual de Ohio, Universidade do Havaí, Universidade de Memphis e do Instituto de Tecnologia da Califórnia e institutos de toda a América Latina, segundo a CNN. Um grupo de cientistas da NASA afirmou que o abalo deslocou o eixo da Terra o suficiente para encurtar os dias em 1,26 microssegundos (milionésimos de segundo). “É possível que o terremoto em Maule venha a se tornar um dos mais importantes jamais estudados, se não o mais importante”, disse Ben Brooks, da Escola de Ciências do Oceano e da Terra da Universidade do Havaí, em entrevista à CNN. “Agora temos instrumentos modernos e precisos para avaliar o evento.”

Chile comemora vitória de 4 a 1 sobre Israel na Copa Davis

A equipe de tênis do Chile levou alegria ao país entristecido, com uma vitória de 4 a 1 sobre Israel na primeira rodada da Copa Davis, em Coquimbo, no dia 8 de março. Fernando González ganhou de Dudi Sela por 6-4, 6-4 e 6-3, dando aos chilenos o terceiro ponto na série contra Israel, que, no ano passado, chegou às semifinais. Jorge Aguilar bateu Harel Levy por 7-6 (7-3), 6-1. O Chile agora está nas quartas-de-final, fase na qual enfrentará a Repútlica Tcheca, que venceu a Bélgica por 4 a 1. A partida acontecerá no Chile, provavelmente na mesma quadra de Coquimbo onde os chilenos eliminaram os israelenses. O Chile controlou o jogo desde o começo. Em 6 de março, no primeiro dia da disputa, González e Nicolás Massu venceram em quatro sets. Nas duplas, Israel se recuperou com a vitória de Jonathan Erlich e Andy Ram em cinco sets, mas González logo venceu no segundo dia.

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.