2009-03-03

EUA ajudam México a combater tráfico de drogas

Policial federal e soldado mexicano mascarado inspecionam veículos na cidade mexicana de Juarez no dia 15 de janeiro. Somente neste ano mais de mil pessoas já morreram em uma guerra contínua contra as drogas. Juarez é atualmente a cidade mais violenta do México.

Policial federal e soldado mexicano mascarado inspecionam veículos na cidade mexicana de Juarez no dia 15 de janeiro. Somente neste ano mais de mil pessoas já morreram em uma guerra contínua contra as drogas. Juarez é atualmente a cidade mais violenta do México.

CIDADE DO MÉXICO, México ― Os Estados Unidos poderão dar mais assistência para o México enfrentar os cartéis de tráfico de drogas que atuam na fronteira entre os dois países, conforme anunciou o secretário americano da Defesa, Robert Gates, no dia 1º de março.

Pela televisão, Gates disse que o exército dos EUA está atualmente em uma melhor posição para oferecer treinamento, recursos e cooperação de inteligência ao exército mexicano a fim de combater os traficantes de drogas.

Precisamos destacar a coragem que Calderón mostrou ao enfrentá-los, Gates disse ao elogiar o presidente mexicano por combater os cartéis. Uma das razões que contribuiu para essa situação ter piorado tanto é o fato de seus antecessores terem basicamente se recusado a fazer o mesmo.

Gates também acrescentou que os EUA devem ajudar o México em áreas específicas: treinamento, recursos, voos de reconhecimento e vigilância, além de cooperação, incluindo informações de inteligência.

Os EUA estão preocupados com as mortes, os problemas com as drogas e os tipos de coisas que vimos crescer dramaticamente no último ano, explicou Mike Mullen, chefe do Estado Maior Conjunto dos Estados Unidos em entrevista ao Proceso, enquanto prepara-se para uma visita ao México.

De acordo com o La Vanguardia, o procurador geral do México, Eduardo Medina Mora, reconheceu que a violência relacionada ao tráfico e ao crime organizado está disparando, com mil mortes registradas até agora em 2009. No ano passado houve um total de 6.290 assassinatos.

A situação perigosa levou diversos países, como Itália, França, Alemanha e EUA, a advertirem os seus cidadãos a não viajar para o México ou ter muito cuidado caso resolvessem viajar.

Há uma maior conscientização no governo Obama e no novo Congresso sobre a necessidade de se fazer mais para enfrentar a violência ligada às drogas, Maureen Meyer, que atua na ONG Washington Office for Latin America (WOLA) como analista especializada no México, disse à BBC Mundo. Existem diversas iniciativas para reduzir o fluxo de armas para o México que vão além da Iniciativa Mérida.|"Miranda Navarro

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.

1 Comentário

  • RAFAEL HERNANDEZ P | 2012-06-23

    AJUDE-NOS SOCORRO, AJUDE-NOS POR FAVOR AJUDE-NOS DE ALGUMA FORMA PARA QUE O GOVERNO DE CHIAPAS NOS LIBERTE DA ESCRAVIDÃO EM QUE CAÍMOS. VIVEMOS NA COLÔNIA DE ZAPATA EM TUXLA GUTIERREZ CHIAPAS PERTO DO MUNDIALMENTE FAMOSO CÂNION SUMIDERO: DE NADA SERVIU O GOVERNADOR CONCEDER AOS LÍDERES UM DOCUMENTO QUE GARANTE QUE NÓS SOMOS OS DONOS DA PROPRIEDADE QUE NOS FORÇARAM A INVADIR: A ALEGRIA DE TER UM PEQUENO LOCAL PARA VIVER FEZ-NOS CAIR NA ESCRAVIDÃO. AQUI, OS LÍDERES SÃO MAIS DO QUE REIS. O QUE NÓS TIVEMOS DE SUPORTAR POR MAIS DE 10 ANOS, MAS NÃO AGUENTAMOS MAIS AGORA ELES NOS FORÇAM A VIR DIARIAMENTE PARA ASSINAR NÃO SEI O QUÊ, NOS FAZEM MONTAR GUARDA EM UM DOS 9 POSTOS DE VIGILÂNCIA TRABALHANDO MOVENDO TERRA DE UM LUGAR PARA OUTRO E DEPOIS LEVÁ-LA DE VOLTA AO MESMO LUGAR, TAXAS DE ATÉ 600 PESOS POR QUALQUER PRETEXTO, MAS ELES TÊM UM ACORDO COM NÃO SEI QUEM PORQUE A POLÍCIA NÃO VEM AO BAIRRO, MESMO SE HOUVER ALGUÉM MANTIDO EM CATIVEIRO OU DROGAS SÃO VENDIDAS ABERTAMENTE. ELES PROTEGEM O GOVERNO DIZENDO QUE AS PESSOAS ESTÃO COM ELES, QUANDO AS PESSOAS SÓ OS DEFENDEM PORQUE TÊM MEDO DE SER AMARRADAS NO ESCRITÓRIO SE NÃO ATENDEREM AO CHAMADO. SE O GOVERNO NOS DEIXASSE saber que temos seu apoio direto e abrisse um escritório em tuxtla com um representante nos libertaria desses líderes que agora não querem deixar o poder. o pior é que agora eles invadiram outras duas outras PROPRIEDADES EM BERRIOSABAL E COITA E ELES JÁ COBRARAM OUTROS INCAUTOS COMO SE FOSSEM DONOS DA PROPRIEDADE. LOGICAMENTE, A POLÍCIA QUER EXPULSÁ-LOS, MAS ELES ESTÃO FORÇANDO AQUELES DE NÓS QUE JÁ NÃO TÊM NADA A VER COM ISSO PARA IR LUTAR POR ELES E SE NÓS NÃO FORMOS NOS AMEAÇAM COM A TOMADA DE NOSSA PROPRIEDADE E AINDA HÁ MUITO MAIS ALÉM DE AMARRAR E FORÇAR IDOSOS A TRABALHAR...