Arrow left
Arrow right

2012-07-23

As operações de informações Parte II: Doutrina

Uma soldado colombiana conversa com um habitante de Tumaco, no evento “Promessa Continua 2011”. (Foto: Carlos Olano/Acción Integral – Colombia)

Uma soldado colombiana conversa com um habitante de Tumaco, no evento “Promessa Continua 2011”. (Foto: Carlos Olano/Acción Integral – Colombia)

Seção de Operações de Informações do Grupo Militar dos Estados Unidos na Colômbia

(Continuação da parte I)

As abordagens que vêm tentando definir o que significa o conceito de Operações de Informações (OPINFO) são múltiplas, podem entender-se como o emprego de uma série de ferramentas para manejar a informação própria e a do adversário, com o objetivo de identificar e pôr em evidência os estratagemas do inimigo. A sua utilização tem a finalidade de desenvolver estratégias de informações que fortaleçam a imagem institucional e, com elas, enfrentar a Guerra de IV Geração; sob este cenário transformam-se em uma ferramenta que, através de um adequado processo de planejamento, pode modificar a percepção da sociedade e derrotar o inimigo internamente.

Doutrina norte-americana

A Publicação Conjunta 3-13 sobre a OPINFO do Exército, a Força Aérea, a Marinha e a Guarda-Costeira dos Estados Unidos abrange uma série de capacidades para sua implementação e alcance dos objetivos buscados.

Capacidades Fundamentais: entende-se que são os meios para influenciar o adversário e permitir o impacto direto sobre sua capacidade de decisão. São elas: Operações Psicológicas, Operações de Rede Digital, Engano Militar, Operações de Segurança e Terceiros Validadores.

Capacidades de Apoio: são aquelas que direta ou indiretamente fazem parte do ambiente de informações e contribuem para levar adiante a OPINFO. O ideal seria que fossem coordenadas com as capacidades fundamentais para que se atinja o objetivo mais efetivamente. Para a Colômbia, essas capacidades são: Segurança Física e Ferramentas de Ação Integral.

Capacidades relacionadas: definem-se como aquelas que contribuem significativamente para o desenvolvimento de OPINFO e devem ser coordenadas com as capacidades fundamentais e de apoio. Por serem relacionadas, não estão necessariamente comprometidas com as OPINFO. São elas: Relações Cívico-Militares, Assuntos de Governo e Diplomacia Pública.

Doutrina colombiana

Segundo a doutrina de Ação Integral, as Operações de Informações contam com cinco capacidades principais: Operações Psicológicas, Guerra Eletrônica, Operações de Rede Digital, Engano Militar e Operações de Segurança.

Capacidades de Apoio: Garantia de Informação e Ferramentas Logísticas (como câmaras de combate, sistemas de alto-falantes, emissoras, etc.)

Capacidades Relacionadas: Operações Civis-Militares (hoje conhecidas legalmente como Jornadas de Apoio ao Desenvolvimento), Assuntos Civis e Diplomacia Pública.

Além disto, e de acordo com a Publicação Conjunta 3-13, o apoio de Inteligência é determinante para realizar OPINFO efetivas. Esse elemento é transversal porque facilita a consecução de informações oportunas e em tempo sobre as propriedades físicas do entorno (população, locais, capacidades de informações do adversário) e, ainda, permite identificar as propriedades sobe a origem dos dados, existência de redes de difusão, transmissão, processamento e armazenamento. Da mesma forma, através da inteligência, identificam-se as propriedades cognitivas do ambiente de informações entendidas como psicológicas, culturais, de comportamento, fluxo de informações e interpretação das mesmas por parte de indivíduos e grupos.

Neste sentido, as OPINFO tornam-se um insumo transversal para que se consiga neutralizar o inimigo e desvirtuar suas teses de luta. A Colômbia e as forças militares contam com as capacidades e elementos para fortalecer sua implementação e, por conseguinte, o trabalho realizado diariamente pelo Exército neste âmbito torna-se uma forma de se atacar diretamente a mensagem do inimigo e capturar as mentes e corações do povo colombiano.

(Cont.)

Você gostou deste artigo?

35Rating no
Adicione Seu Comentário Política de Comentários
*informa campo obrigatório