2012-09-06

Assassinada na Colômbia a “rainha da cocaína”, predecessora de Pablo Escobar

A rainha da cocaína Griselda Blanco, da Colômbia, foi morta a tiros em Medellín, em 4 de setembro. (Foto: AFP / Florida DOC )

A rainha da cocaína Griselda Blanco, da Colômbia, foi morta a tiros em Medellín, em 4 de setembro. (Foto: AFP / Florida DOC )

AFP

A colombiana Griselda Blanco, conhecida nos anos 70 como “a rainha da cocaína”, que antecedeu ao temido líder Pablo Escobar no envio dessa droga aos Estados Unidos, foi assassinada a tiros por contrabandistas em Medellín (noroeste), informaram as autoridades no dia 4 de setembro.

O crime ocorreu na tarde de 3 de setembro, quando a mulher, de 69 anos, saía de um açougue no bairro de Belén, na cidade de Medellín (400 quilômetros a noroeste de Medellín). Os criminosos, que seguiam em uma motocicleta, dispararam os tiros contra a cabeça da vítima.

De acordo com informações das autoridades, Blanco voltou à Colômbia em 2004, depois de cumprir nos Estados Unidos parte de uma pena de 60 anos de detenção, por uma condenação recebida em 1985.

Fabio Castillo, jornalista colombiano autor do livro “Los jinetes de la cocaína”, que narra a história do narcotráfico naquele país, diz que Blanco trabalhou inicialmente para o primeiro cartel de cocaína que existiu na cidade de Medellín, chefiado por Alfredo Gómez, vulgo “El Padrino”.

Segundo Castillo, “a função de Blanco era, na realidade, criar os mecanismos para a lavagem dos dólares obtidos com o tráfico de entorpecentes na rede de Gómez”, cuja organização começou a desmoronar em 1976 com a captura e condenação de seus principais contatos em Nova York.

Com sua experiência, no entanto, a mulher, também conhecida como “La Madrina”, organizou uma poderosa rede de narcotráfico onde empregava principalmente “mulas” ou correios humanos femininos para transportar a droga.

De acordo com estimativas das autoridades, a organização de Blanco chegou a enviar para os Estados Unidos 1,5 tonelada de cocaína por mês. Esta mulher foi a primeira a utilizar a rota da Colômbia para o estado da Flórida, nos EUA, depois herdada por Escobar, considerado o maior traficante de drogas colombiano.

As autoridades colombianas não têm informações de que a mulher tenha voltado a praticar crimes desde que regressou à Colômbia e se instalou em Medellín, onde se mantinha discretamente.

Embora seja muito pouca a documentação oficial existente sobre ela, alguns registros sobre o tema apontam que Blanco destacou-se, desde muito jovem, por uma personalidade violenta, ao ponto de ser capaz de sequestrar, aos 11 anos de idade e em companhia de um grupo de meninos de rua, um menor de dez anos, membro de uma família abastada, assassinando-o com um disparo.

Atribui-se a ela também o assassinato de dois de seus três maridos, o segundo deles, Alberto Bravo, durante um tiroteio em plena luz do dia no estacionamento de uma discoteca em Bogotá, em 1975, onde Blanco o encontrou pouco depois de pousar em seu jato particular procedente dos Estados Unidos.

A personalidade de Blanco se mostra através de uma de suas principais obsessões, o filme “O poderoso chefão”, que a levou a batizar um de seus filhos como Michael Corleone Sepúlveda.

No rol de seus crimes consta a responsabilidade a ela atribuída pelas autoridades colombianas por cerca de 250 homicídios, entre eles os de seus dois maridos.

Blanco também se destacou pelos luxos extravagantes, entre eles o gosto pelos diamantes, muitos dos quais, diz-se, haviam pertencido à primeira-dama argentina Eva Perón. Ela usava frequentemente, inclusive, um anel que havia sido de sua propriedade.

Você gostou deste artigo?

31Rating no
Adicione Seu Comentário Política de Comentários
*informa campo obrigatório

1 Comentário

  • juan de leon | 2012-10-01

    o mundo das drogas é um mundo fictício para muitos que não sabem ou veem quão grande q é esse mal para o ser humano todos os barões da droga encontrarão seu fim de uma forma ou de outra e outros de outra forma pois Deus já acabou com coisas piores e algum dia desses deve terminar esse flagelo que está acabando com a humanidade.

Fri Apr 18 00:18:53 2014

Pesquisa de Opinião

Você acha que o crime organizado é uma ameaça à estabilidade em seu país?

Ver resultados