2011-02-21

Dilma defende controle das fronteiras no combate às drogas

A presidente brasileira Dilma Rousseff ressaltou no dia 17 de fevereiro a importância do controle das fronteiras na política de combate às drogas. AFP PHOTO/Evaristo SA

A presidente brasileira Dilma Rousseff ressaltou no dia 17 de fevereiro a importância do controle das fronteiras na política de combate às drogas. AFP PHOTO/Evaristo SA

Reuters

A presidente brasileira Dilma Rousseff ressaltou no dia 17 de fevereiro a importância do controle das fronteiras na política de combate às drogas.

“Acho fundamental perceber que tudo isso também passa por um processo de combate ao crime organizado, através do controle das fronteiras,” disse a presidente na abertura de um evento, no Palácio do Planalto, sobre combate a drogas.

O combate ao crack e a outras drogas foi um dos principais temas apresentados por Dilma na campanha presidencial, no ano passado. A presidente participou na manhã desta quinta-feira do seminário que marcou o lançamento de Centros Regionais de Referência em Crack e outras drogas em 49 universidades federais.

Em seu discurso, de aproximadamente oito minutos, Dilma defendeu que seja feito um combate às drogas “tanto na entrada delas nas fronteiras do Brasil, como também nas estruturas de distribuição, ligadas ao crime organizado”.

Os centros de referência das universidades federais cuidarão da formação de profissionais que trabalham com usuários de drogas e familiares.

Você gostou deste artigo?

134Rating no
Adicione Seu Comentário Política de Comentários
*informa campo obrigatório

Fri Apr 18 00:18:53 2014

Pesquisa de Opinião

Você acha que o crime organizado é uma ameaça à estabilidade em seu país?

Ver resultados