Arrow left
Arrow right

2011-10-01

Bangladesh: Todos em prontidão em caso de desastres

AGENCE FRANCE-PRESSE

AGENCE FRANCE-PRESSE

Diálogo

Os edifícios destruídos no Japão pelo terremoto de magnitude 9,0, em março de 2011, mostram a força imperiosa da natureza. Os terremotos que devastaram a Indonésia, Haiti, Chile, Nova Zelândia, Japão e Índia revelaram-se duras lições, aprendidas pelas forças armadas de todo o mundo, que estão se organizando para reagir a desastres naturais.

Em Daca, o Primeiro Seminário Regional de Resposta a Terremotos, em maio de 2011, contou com a participação de cerca de 50 funcionários de embaixadas dos Estados Unidos, Índia, Nepal, Sri Lanka, Maldivas, Indonésia e Filipinas, e mais de 200 integrantes das Forças Armadas e agências civis de Bangladesh.

Uma boa preparação contra catástrofes é especialmente importante em Bangladesh, como em outros países da região, uma vez que o país é vulnerável a inundações, ciclones e atividades sísmicas, segundo a Humanitarian Practice Network (HPN). Além disso, a HPN observa que a pobreza generalizada – 60 por cento da população do país vivem abaixo da linha da pobreza – limita ainda mais a capacidade das pessoas e comunidades de protegerem seus bens e a si mesmas contra desastres.

Para compensar esses fatores, um grupo central de trabalho foi formado em Bangladesh para estabelecer uma estrutura de recursos para o apoio regional, entre os países do sul da Ásia, em resposta a catástrofes.

Fontes: Embaixada dos EUA em Daca, Humanitarian Practice Network

Você gostou deste artigo?

43Rating no
Adicione Seu Comentário Política de Comentários
*informa campo obrigatório